Tuesday, 19 November 2013

As 10 Virtudes de Manuel de Araújo em 1 ano e 10 meses?



Vota
As 10 Virtudes de Manuel de Araújo em 1 ano e 10 meses?











1.      Institucionalizamos uma cultura governativa democrática, participativa e inclusiva. Acabamos com a cultura centralizada e autoritária da governação municipal. Promovemos reuniões do Conselho Municipal e auscultação ao nível dos Postos Administrativos e dos bairros. Inspiramo-nos na vontade colectiva para planificar e orçamentar as nossas actividades. Combatemos a exclusão política, economica cultural e social. Trabalhamos com todos os sectores: políticos, económicos, sociais e culturais. Através do nosso slogan: Quelimane para Todos, estamos inspirando o País como um todo, a consolidação da cultura de inclusão e transparência na gestão da coisa pública. Nomeamos vereadores com base na sua competencia e nao n filiacao partidaria, por isso temos no nosso Conselho, vereadores filiados na Frelimo, na Renamo, no MDM para alem de vereadores apartidarios!
2.      Reforçamos a confiança nas instituições e consolidamos o espirito de responsabilidade nos munícipes, o que nos conferiu mais capacidade na provisão de bens e serviços municipais. Apostamos na gestão meritocrática e na elevação de competências dos servidores municipais. Optimizamos os sistemas de gestão financeira e patrimonial. Simplificamos procedimentos e a burocracia. Elevamos o volume de receitas próprias e realizamos mais investimentos em infraestruturas e equipamento. Hoje os munícipes sentem-se verdadeiros donos das Estradas de Pavês que construímos, Semáforos que instalamos, dos Mercados Brandao, Central, do Peixe e do Aeroporto, recentemente reconstruídos, construimos de raiz a Praça da Paz, e muitas outras infraestruturas que não eram construídas em 35 anos, fizemo-las em 01 ano e 10 meses. Trouxemos e entregamos a confiança aos munícipes. Em menos de dois anos, as nossas receitas subiram em 12,4%. Por causa da transparência dos nossos sistemas de gestão financeira, os munícipes ganharam a vontade de pagar impostos e taxas, porque têm a certeza de que estes serão bem geridos.
3.      Erguemos o nosso orgulho como Quelimanenses além-fronteiras. Em curto tempo (01 ano e 10 meses) alcançamos os nossos propósitos. Reconquistamos o nosso orgulho de cidadania e de munícipes. Tornamo-nos munícipes de uma cidade atractiva com referências políticas, económicas e culturais. Reanimamos a fé e a esperança apagadas durante os 35 seguidos à independência do País. Deixamos de ser pejorados por ser a Cidade dos Buracos, Cidade de Lixo, de Ratos e de Mosquitos. Em 01 ano e 10 meses, somos orgulhosamente Quelimanenses. Recuperamos e revitalizamos as nossas danças tradicionais: a Yalula, o Kumbino e o Nyambaro. Com ajuda dos grupos culturais dos bairros projectamos o Carnaval de Quelimane, que manteve e ate melhorou, continuando a ser um dos mais procurados eventos no país. Fizemos da bicicleta um meio de transporte honroso, desportivo e amigo da saúde dos munícipes da Cidade de Quelimane.
4.      Relançamos a convicção da juventude e outros extractos sociais. Aproximamo-nos mais as crianças, jovens, mulheres, idosos e anciãos. Oferece-los melhores condições de emprego. Só em 2012 criamos 3000 postos de trabalho directos e 775 novos. Se este ritimo crescente de criação de oportunidades de emprego tivesse sido seguido durante os 35 anos que se seguiram à independência, os nossos jovens não se encontrariam nas condições em que se encontram hoje e nao teriamos as nossas ruas proliferadas de vendedores. Relançamos a esperança de que nos próximos cinco anos buscaremos mais investimentos para assegurar emprego para jovens desta cidade.     
5.      Melhoramos a saúde pública dos nossos munícipes. Estruturamos melhor a cadeia de gestão de resíduos sólidos. Reabilitamos as viaturas de recolha de resíduos sólidos. Treinamos, capacitamos e equipamos os nossos técnicos. Estabelecemos uma melhor articulação entre a produção familiar e industrial de resíduos sólidos, o sistema de recolha, transporte, tratamento e depósito. Em 01 ano e 10 meses, o lixo deixou de ser incómodo para os munícipes e nossos visitantes. Hoje circula-se mais a vontade pelos pela cidade e pelos bairros. Construímos latrinas melhoradas e ecológicas. Compramos contentores para deposição de lixo.Compramos cinco tractores novos (zero quilometros) bem como duas carrinhas para o sector do saneamento e infrastruturas.
6.      Reduzimos riscos derivados das mudanças climáticas. Minimizamos os efeitos das calamidades que fragilizavam as condições de vida dos munícipes residentes nos bairros da Cidade de Quelimane. Transmitimos a confiança aos nossos parceiros que se predispuseram em financiar a reabilitação e construção do sistema de drenagem nos diferentes espaços, urbano e periurbano. Em menos de 01 ano e 10 meses sofremos menos dos efeitos das cheias, comparando com o que aconteceu nos 35 anos anteriores. Na época chuvosa, os sistemas de drenagem funcionam com eficiência a garantem que em menos de 24 horas as águas escorrem pelas drenagens, evitando inundações. 
7.      Melhoramos o ambiente de negócios ao nível do espaço municipal. Alimentamos a cobiça e a 'inveja' positiva por Quelimane. Mais do que nunca, os Quelimanenses na diaspora que tinham abandonado esta cidade, sentem cada vez mais a vontade e o aconchego de um dia regressar para definitivamente residirem em Quelimane. Recebemos solicitações e manifestações individuais e colectivas de conterrâneos nossos que tinham abandonado esta Cidade porque não lhes tinham dado oportunidade para crescer, desenvolver e expressarem suas habilidades. O paradigma alterou favoravelmente em favor da criatividade individual e colectiva. Estimulamos o investimento. Os processos administrativos são acompanhados e tramitados com mais celeridade ao nível municipal.
8.      Colocamos Quelimane no centro das atenções políticas e culturais. Cada vez mais somos mencionados nos relatórios nacionais e internacionais como um dos modelos da boa governação, da transparência na prestação de contas, da inclusão de todos nos assuntos locais, da abertura e da democracia. Diariamente recebemos representantes de instituições centrais que não se poupam a humildade de virem aprender com a nossa equipa de gestão municipal. Algumas companhias aéreas já se queixam da falta de lugares nas rotas que fazem para Quelimane. Semanalmente partilhamos as nossas experiência bem sucedidas com diplomatas, missões de cooperação que actuam em Moçambique e na diáspora. A BBC fez um documentario sobre a cidade de Quelimane! Fizemos de Quelimane a rota da cultura e da música. Quelimane foi a rota de preferência de actuação de conceituados desportistas e artistas nacionais e internacionais que viram a nossa cidade reerguer-se e quiseram vibrar conosco os melhores momentos da nossa cultura e do nosso surgimento.  Convidamos pela primeira vez em 35 anos o musico Stewart Sukuma! Tivemos actuacoes dos musicos Valdemiro Jose, Key Key, Aly Aboobacar, os Irmaos Gany, Tudulus, Os Cometas dentre outros!
9.      Fizemos grandes transformações em prol do bem-estar dos nossos munícipes: crianças, jovens, senhoras e senhores, idosos e anciãos residentes nos diferentes bairros do Município da Cidade de Quelimane. Porque se visualizam melhorias acentuadas, os munícipes sentiram-se motivados e convidaram-nos a continuar o desafio de fazer de Quelimane uma Cidade limpa, linda, bela, próspera, intelectual, moderna e inclusiva. Dai o nosso lema, QUELIMANE PARA TODOS, RUMO AOS BONS SINAIS.
10.  Descobrimos a nossa capacidade para determinar e orientarmos o futuro. Despertamos a nossa própria consciência e a consciência dos Munícipes da Cidade de Quelimane que o desenvolvimento e crescimento do Município da Cidade de Quelimane dependem da nossa capacidade das nossas habilidades, da nossa entrega abnegada e do espírito de trabalho. Por isso, maximizamos a nossa base tributária, mobilizar mais recursos dos países irmãos e amigos de Quelimane. Reforçamos a transparência na gestão dos recursos municipais.

Por isso, vamos avançar para o mandato da consolidação das nossas aspirações.
QUELIMANE RUMO AOS BONS SINAIS

1 comment:

Gonçalo Beja said...

Como estrangeiro que sou, mas casado com cidada nacional, desde ja os meus parabens.
Espero a continuacao da mesma jornada.

Goncalo Beja