Wednesday, 6 April 2011

Academicos de craveira escalam Maputo


Maputo comeca a ser uma paragem obrigatoria para economistas de renome. Esteve a poucos dias nesta cidade o eminente Professor da Universidade de Oxford, e director do Centro para o Estudo de Economias Africanas, Paul Collier para uma serie de palestras no hotel Polana! Collier e autor do famoso livro `The Bottom Billion`que explica as razoes porque metade dos habitantes do planeta terra vivem na pobreza! Collier foi supervisor do economista Roberto Tibana.

Ainda esta semana escalaram Maputo os Professors Marc Wyut e Jonathan Di John, bem como o Dr. Carlos Oya (mocambicanizado).

Para surpresa minha, quando saia do seminario co-organizado pelo IESE (Instituto de Estudos Economicos e Sociasi, do Professor Carlos Castel-Branco, quase que me chocava com o Professor Chris Cramer, Director do Departamento de Estudos de Desenvolvimento e fundador do Mestrado em Desenvolvimento, Conflito e Violencia na Escola de Estudos Orientais e Africanos da Universidade de Londres. A publicacao do seu livro, `A Guerra nao e algo estupido, que tentava explicar inter alia, a Politica Economica da Guerra em Angola, valeu-lhe um premio. Cramer foi o primeiro docente a ganhar o premio de melhor docente no ano da sua instituicao! Com o Professor Emeritus John Weeks (meu supervisor do mestrado) Chris foi consultor do Primeiro Relatorio de Desenvolvimento Humano de Mocambique, nosso primeiro encontro.

Christopher Cramer foi meu docente de Economia Africana durante o mestrado no SOAs e recentemente foi meu Examinador externo, na defesa da minha Tese de Doutoramento! Chris, como carinhosamente o chamamos, foi docente dos cursos de mestrado em economia financeira a (distancia) que formou muitos quadros mocambicanos, incluindo a ex-primeira ministra Luisa Diogo, o actual Governador e Vice-Governador do Banco de Mocambique, Ernesto Gove e A. Abreu dentre outros, pelo que o regresso a Mocambique do Professor Cramer e sem margem de duvidas motivo de alegria para muitos SOAs alumni! Chris foi supervisor da tese de Doutoramento do Professor Carlos Nuno Castel-Branco.

E ja agora porque nao um meeting informal do SOAS Alumni?

Foi belo ver a familia dos economistas reunida na mesma sala para discutir questoes candentes da nossa economia tais como: a economia politica dos impostos, politicas pro receitas, a relacao entre impostos e producao, impostos desenvolvimentalistas, incentivos fiscais, megaprojectos, impostos sobre a propriedade, sobre a terra, politica industrial, como reduzir a dependencia, impostos corporativos, interesse nacional e a caputura do estado por elites predadoras, diversificacao da economia,os confrontos de 1, a 3 de setembro, e de 5 de fevereiro, crescimento economico versus desenvolvimento, a questao da producao de alimentos, sector formal, pobrezam criacao de riqueza, a economia politica dos transportes, da mineracao, da industria extrativa, balanca e pagamentos, o deficite cronico, entre outros.

Foi lindo ver a velha geracao (Mario Machungo, Joao Mosca, Antonio Francisco, Eneas Comiche, Adriano Maleiane, Abel Mabunda,) acotovelar-se com a geracao recem formada( Vanissa, Rogerio, Mendes, Nhumaio) na procura de solucoes para os problemas que o pais enfrenta!!

Pena foi a `gazeta´ dos membros do governo e seus assessores que a cada dia que passa parece se entrincheirarem-se cada vez mais na cova da ignorancia do que aproximarem-se da luz da academia! Foi triste a ausencia dos jovens economistas em servico oficial!

Senti tambem a ausencia ´justificada´ dos meus amigos Luis Magaco, Hipolito Hamela, Nelson Guilaze, Constantino Gode, Roberto Tibana, Eduardo Macuacua)! Esta ´perdoado´ o economista Pedro Couto por se encontrar de ferias!

De parabens esta o IESE, o SOAS e a Fundacao Mo Ibrahim!

Seja bem vindo Professor!

5 comments:

Noa Inacio said...

E eu nao estive no SOAS, vale o meu pensamento para ser julgado uma perca a minha ausencia? Ou se esta a dizer que no pais os seres pensantes sao os "SOENSES". Conhecendo o Manuel de Araujo acho que nao. acho que de facto dei falta. heheheheheh

mendes said...

Caro Manuel de araujo,

Aqui Mendes Chauca (O jovem Economista Mendes que citas neste texto e que marcou presenca e contribuiu no debate em questao - acotovelando-se com os + velhos...hehehe...). E' a 1a vez que visito teu blogspot e acho-o interessante. Olha, deste-me o teu cartao de visita e convidaste-me a enviar-lhe e-mail, mas infelismente perdi minha carteira Sexta feira passada, e la se foi o teu bizcard. Podes me enviar o seu e-mail para o meu: mendeschauca@gmail.com

Thanks and regards,

Mendes.

MANUEL DE ARAÚJO said...

Mano Noa! Ainda vais a tempo de te Soasisares! Podes seguir o caminho dos masters a distancia como o que as manas Luisa e companhia limitada fizeram ou entao ires la e beberes directamente da fonte! Ah ah ah ah ah um abraco MA

MANUEL DE ARAÚJO said...

Mano Mendes! De facto foi um banho academico memoravel! Na Sexta feira teremos o Mosca e possivelmente o Magaco e porque nao tu a esmiucarmos os 'subsidios e a cesta basica'? Conto contigo? Meu email alculete8@gmail.com ate la mano .MA

Gildo Salgado said...

Boa noite companheiro! Sou um jovem de 22 anos de nome Gildo Salgado que actualmente me interesso muito com questoes do nosso pais. E gostaria de ter a oportunidade tambem de participar nestes debates candentes infelizmente a distancia constitui um constrangimento estou a viver em Nampula. Gostaria de saber qual é o segredo que me aconselhas para se dar bem academicamente?