Monday, 10 May 2010

UM POEMA DO 'PUTO' BELA (Belarmino Salvador Varela de Barros)

Coalane,


sempre...

... ousei Parar
pensando!
fiquéi só
comechando
a cabeca

...e coracao
fica sempre coracao
coalane.

Se coalane exíste
nao,
tu nao poderias saber
nem da
Matóa
nem
do Nambharóh!

È Matango,
e´o beat D´pilao
´tao
Sombras
por tanta Luz

Kapulana
em
cinta segura
...

o balancante
ke nunca atraza

é Oracao
por
tanto rezar
Coalane!

voa!
... passarinho voa,
mas
nao me priva
do
Assobio...
Ke djogoro pressume
de ser

Teu coalane


Belarmino Salvador Varela de Barros

1 comment:

Fijamo said...

Lindo, Lindo, Lindo.... Visto c/ apreco.... palavras para Que... Ja agora estao convidados a compartilhar o famoso matango